Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Com tantas opções no mercado, encontrar o carro perfeito é o sonho de muitas pessoas. Provavelmente depois de muita pesquisa, você conseguiu encontrar aquele veículo que tanto desejou, com um preço que você pode pagar, entretanto com um “porém”: ele está financiado. É muito comum esse tipo de negociação de venda de carros já financiados. Seja por qual for o motivo, diversas pessoas que compraram um carro procuram alguém que esteja disposto a assumir esse financiamento. Entretanto essa prática, que pode parecer uma boa ideia, tem grandes chances de gerar problemas no futuro.

O desejo de ter um carro na garagem vem aumentando a cada ano que passa. Pesquisa recente realizada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a Anfavea, apontou que 607,6 mil veículos foram comercializados apenas no primeiro trimestre deste ano. Esse grande número de vendas representa um crescimento de 11,4% em relação ao mesmo período do ano passado.

Vale ressaltar que essa pesquisa leva em conta o número de veículos que foram licenciados durante o período analisado. Entretanto, em casos de compra de carros já financiados, muitos compradores acabam não realizando a transferência do veículo. Possivelmente esse número possa ser muito maior com a prática informal de vendas. Porém, além de ilegal, esse tipo de negociação gera um risco muito grande tanto para o comprador, como para quem vende carros já financiados.

Está pensando em comprar algum carro já financiado e quer entender um pouco mais sobre isso? Então continue lendo esse texto que abaixo iremos dar algumas dicas para evitar entrar numa furada e acabar se dando mal.

Cuidado com os contratos de gaveta

Uma prática muito comum em vendas de carros já financiados é o famoso “contrato de gaveta” para transferir a dívida do financiamento. O alto índice de pessoas que não conseguem comprovação de renda para conseguir adquirir um veículo, com financiamento regular em bancos, acaba gerando um aumento nos casos de transferência de dívida de maneira verbal ou formalizado por um contrato informal, que não possui nenhum embasamento legal.

Nesse tipo de negociação, a dívida do financiamento permanece em nome da pessoa que está vendendo o veículo até que o comprador quite todas as parcelas pendentes, que também permanecerão em nome do vendedor, sem qualquer alteração no contrato de alienação fiduciária original.

Carros já financiados

Como você pode imaginar, essa prática, além de não ser reconhecida pela instituição financeira, é altamente perigosa e não recomendada. Sabemos que as restrições de renda podem lhe levar a fazer isso, mas tome muito cuidado. Quando a compra de carros já financiados é feita diretamente com o proprietário, é necessário se assegurar da lisura desse vendedor, bem como manter constantemente contato com o mesmo.

O principal risco desse tipo de negociação, como você já deve imaginar, está justamente no fato do financiamento seguir no nome do vendedor. Para ambas as partes, isso pode acabar acarretando em enormes dores de cabeça. Todo o ônus do pagamento cairá sobre o vendedor. Ou seja, caso o novo comprador não quite as parcelas, será o nome do vendedor que estará em jogo. Além disso, o vendedor também responderá por quaisquer tributos sobre o bem, como IPVA, Seguro DPVAT, possíveis multas e acidentes que possam ocorrer.

Já para o comprador, um dos aspectos mais arriscados é a perda do bem após finalizar o pagamento do financiamento. Quem comercializou pode exigir na justiça a retomada do veículo, justificando que o mesmo está em seu nome. Outra reclamação comum é em relação às pessoas que, ao terminar de pagarem as dívidas, acabam enfrentando problemas no processo de transferência de titularidade do veículo. Muitos são chantageados pela exigência de mais dinheiro e acabam tendo que entrar num processo judicial, com grandes riscos de perderem a posse do veículo.

A melhor opção é transferir a dívida junto ao banco

Para evitar maiores complicações, a saída mais confortável, e também legal, para comprar carros já financiados, é transferir o financiamento para o nome do novo comprador. Entretanto, um dos principais aspectos dessa negociação é que, antes de realizar essa mudança, a instituição financeira irá realizar uma análise de crédito do potencial comprador para avaliar se o mesmo possui condições financeiras para assumir a dívida. Para isso, é extremamente importante que o comprador possua nome limpo no mercado e capacidade de comprar renda suficiente para arcar com as parcelas ainda pendentes.

Outro ponto importante desse tipo de negociação para compras de carros já financiados é que o banco poderá cobrar uma taxa de transferência de dívida, que costuma variar dependendo do banco. Também será necessário realizar uma transferência no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), pagando a taxa referente. Cabe ao antigo dono quitar quaisquer dívidas pendentes junto ao Detran, como IPVA atrasado e multas.

Que tal juntar um dinheiro e tentar negociar o pagamento à vista?

A gente entende que a necessidade de ter um carro está cada vez maior, tendo em vista nossas rotinas corridas e todas as questões de mobilidade urbana. Mas uma das maneiras mais seguras para não correr nenhum risco de se incomodar com carros já financiados é tentar negociar com o vendedor o pagamento das parcelas em um único valor.

Carros já financiados

Diversas instituições financeiras oferecem descontos, muitas vezes altos, para que o responsável pelo financiamento quite a dívida pendente em uma única parcela. Essa opção super atrativa pode ser uma ótima maneira de negociação do comprador com o atual proprietário do veículo. Caso você possua um dinheiro guardado, tente conversar com o vendedor para que ele quite as parcelas utilizando o dinheiro da compra. Dessa maneira, o banco passará a posse do carro para ele em definitivo e ele conseguirá realizar a transferência do veículo para o seu nome.

Texto: Pemavel Veículos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
151 View