Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Será que comprar um carro que saiu de linha é uma boa ideia? Ou, será que é o momento de vender um carro que foi parado de fabricar? Bom, para algumas pessoas a proposta não é nada recomendável. Mas, já para outros é uma grande oportunidade.

Comprar ou vender carro que saiu de linha vale a pena? No artigo de hoje, vamos te ajudar a responder esta pergunta que permeia a mente daqueles que pretendem realizar um negócio.

Como falamos, comprar um carro que saiu de linha pode ser uma grande oportunidade, principalmente, para quem quer ter um veículo mais completo sem altos investimentos. Neste tipo de negócio, existem outros fatores além do preço que devem ser analisados. Por isso, se você tem dúvidas se compra ou não um carro que saiu de linha, acompanhe o nosso post e descubra quais são as características deste negócio. Vem com a gente!

Quer comprar carro que saiu de linha? Confira as vantagens:

Preços mais em conta, para veículos mais completos

Esse, com toda certeza, é o ponto mais atrativo para optar pela compra de um carro que saiu de linha. Quando isso acontece, esses veículos apresentam uma desvalorização de 20% a 30% no ano em que têm a sua produção descontinuada.

Graças a essa desvalorização, é possível comprar um modelo seminovo que saiu de linha por um preço bem mais baixo e ainda não sofrer com esse percentual de desvalorização após a aquisição. Risco esse, que é presente ao comprar um modelo ainda não teve sua fabricação suspensa.

Valor do seguro reduzido

A desvalorização ocorrida após o carro sair de linha não é vantagem apenas no momento da aquisição do veículo. Um bom exemplo é a contratação de seguro para automóvel, em que um dos principais fatores para cálculo do preço do seguro e da franquia, é o valor do modelo no mercado.

Logo, se um carro que saiu de linha sofre desvalorização, o valor do seguro também segue o mesmo processo de queda de preço. O que deve ser verificado é se a seguradora cobre seu veículo devido ao ano e marca. Algumas delas costumam não oferecer todas as coberturas para carros com mais de 15 anos, especialmente se eles forem importados.

Resumindo, é possível achar oportunidades muito boas com modelos que já saíram de linha, afinal, não quer dizer que o veículo é problemático só porque saiu de circulação.

Mesmo com todas as características e qualidades que tem, o carro que saiu de linha se desvaloriza, porque dentro desse contexto, tanto os fabricantes quanto as concessionárias querem reduzir seus estoques do modelo que saiu de circulação e oferecem excelentes condições. Para o cliente, isso pode significar ter um carro mais equipado por um valor que ele possa pagar.

Vale dizer que carros importados são mais suscetíveis à redução na oferta de peças e maior desvalorização, que já é grande mesmo com o modelo em produção no país de origem e vendido normalmente no Brasil.

Agora, como nem tudo são flores, confira as desvantagens em dar sequência a este tipo de negócio:

Primeiramente, é essencial que o consumidor avalie bem a sua própria realidade: por exemplo, ele deve saber o tempo que pretende usar o carro. Se a pretensão for de comprá-lo para vender pouco tempo depois, esse negócio não vale muito a pena. Já que um carro zero quilômetro desvaloriza cerca de 10 a 15% no primeiro ano, e o carro que saiu de linha desvaloriza entre 20 e 22%.

Outro fator que pode ser problemático é o das peças do carro. As montadoras são obrigadas a produzir itens de reposição por 10 anos após o veículo sair de linha, mas é fato que na prática isso nem sempre é suficiente para atender todo o mercado. Portanto, se você investir em um carro desses, o ideal é que ele compartilhe seu jogo de peças com outro modelo que ainda esteja em circulação.

E, finalmente, se você quer vender um carro que saiu de linha, confira as dicas para realizar um bom negócio:

Você tem um carro usado que em breve vai sair de linha? Com certeza, você está pensando se não é esse o momento de vender seu carro e comprar um novo. É isto que pensa a maioria dos proprietários de carros que observam que as montadoras estão prestes a abandonar um modelo.

Mas, a questão mais importante neste negócio não é se o carro vai desvalorizar ou não, já que isso vai ocorrer de forma natural, mas sim o quanto o preço vai cair. Quando se trata de um carro de entrada, por exemplo, a tendência é que a desvalorização seja menor. Por isso, se você tem um produto de valor mais acessível, talvez não seja uma boa ideia trocar o modelo.

Agora, se você tem condições de investir em um novo modelo, o ideal é trocar assim que as primeiras notícias de descontinuidade surgirem.

Em 2018, alguns carros que foram sucesso de vendas saíram de linha, mas continuam sendo muito bem cotados no mercado. Um ótimo exemplo, é o Fiat Palio, que conquistou o coração de muitos proprietários e ainda é muito bem procurado nas lojas. Vale dizer que o Palio já foi o carro mais vendido do Brasil, e teve, simultaneamente, duas gerações.

Texto: Pemavel Veículos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
213 View