Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ninguém merece cometer erros ao comprar um carro usado, não é mesmo? Entretanto, nessas horas muitas vezes somos levados pela animação e acabamos cometendo equívocos muitas vezes irreversíveis e que podem comprometer, inclusive, nossas situações financeiras. Para evitar dor de cabeça e deixar de colocar a ansiedade a frente das decisões, o primeiro passo é refletir muito bem na hora de escolher seu carro novo

Quando o assunto é a conquista de um automóvel, todo cuidado é pouco. Isso porque em meio a tantas condições flexíveis, é comum nos levarmos pela aparência e comprarmos no impulso. E como você já sabe, tudo que é feito no impulso tem grandes chances de dar errado.  Antes de escolher o seu carro novo, pesquise bem, compare, tire todas as dúvidas, procure compreender bem o que seu carro novo precisa ter e quais são as suas condições financeiras para adquiri-lo.

Abaixo mostramos sete erros ao comprar um carro usado que você e qualquer pessoa acaba cometendo, mas que podem e devem ser evitados. Continue a leitura e fique atento!

1 – Não avaliar o tipo de carro que você precisa

Um dos primeiros erros ao comprar um carro usado é não realizar uma pesquisa prévia e avaliação do seu perfil como motorista e também como pessoa. É preciso estar atento ao seu estilo de vida e necessidades primordiais para o seu dia a dia.

Erros ao comprar um carro usado

Algumas perguntas podem lhe ajudar nessa avaliação, a fim de evitar erros ao comprar um carro usado: “Quais são os seus hábitos com seu veículo? ”, “Você realiza muitas viagens ou utiliza mais para andar na cidade? ”, “Quanto de espaço você precisa para o seu carro novo? ”, “Quem irá dirigir o seu próximo automóvel? ”, “O que seu veículo novo precisa ter de essencial? ”. As respostas dessas e outras perguntam irão lhe fazer refletir no objetivo da compra, levando-o a tomar a melhor decisão na hora de ir atrás do seu carro novo.

2 – Esquecer de fazer uma análise financeira

Sim, parece até brincadeira falar sobre isso, porém é extremamente comum ao comprar um carro usado sermos levados pela ansiedade e fechando negócios que poderão comprometer completamente a situação financeira a curto, médio e longo prazo. Quando for comprar um carro novo, analise mais do que o financiamento. Um veículo possui outros gastos obrigatórios, como IPVA, seguro obrigatório DPVAT, licenciamento, e claro despesas essenciais, como combustível, trocas de óleo e manutenções periódicas.

Erros ao comprar um carro usado

Isso sem contar, é claro, com o seguro privado, eventuais estacionamentos e multas de trânsito cometidas. Portanto, antes de decidir pela compra de um veículo, ponha na ponta do lápis como está sua situação financeira atualmente e faça um planejamento de como ela estará nos próximos anos. Coloque todos os valores no papel e faça as contas para verificar se o total de investimentos com o seu carro cabe no seu orçamento.

3 – Não realizar o Test-Drive

Agora começamos a pontuar erros ao comprar um carro usado cometidos a partir do momento em que você já está na revendedora ou concessionária. O primeiro deles é adquirir um automóvel sem se quer dar uma voltinha com ele. Isso porque, muitas vezes nem é o veículo que possui problemas, mas sim o motorista que não se adapta a dirigibilidade do automóvel. 

É importante ao realizar o Test-Drive avaliar pontos como: espaço interno, campo de visão, conforto, eficiência dos freios e além, claro, do desempenho do motor. Essa avaliação será extremamente útil para você tirar conclusões para fechar ou não a compra.

4 – Comprar um carro usado apenas pela aparência

Encaixando com o erro ao comprar um carro usado apresentado acima, adquirir um veículo levando em conta apenas o design ou a parte externa é um outro problema grave. Isso é facilmente evitável quando você adquire em revendedoras e concessionárias de confiança ou com credibilidade no mercado.

Erros ao comprar um carro usado

Entretanto, mesmo assim, é importantíssimo avaliar todos os acessórios bem como a potência e o motor do veículo. Como já descrevemos aqui no texto, cada motorista possui um perfil e é preciso compreendê-lo para saber quais itens são importantes conter no seu carro novo.

5 – Financiar sem comparar taxas

Hoje o financiamento já virou uma opção de negociação cada vez mais possível e acessível para boa parte dos compradores. Mesmo assim, ainda existem inúmeras dúvidas em relação a isso e opções muitas vezes desvantajosas.

Na hora de adquirir seu veículo novo, procure por revendedoras que pratiquem negociações com taxas de juros baixas e transparentes. Compreenda como funciona o financiamento e quais as condições ofertadas.

6 – Vender o carro atual por um valor muito baixo

Agora que você já sabe um pouco mais sobre diferentes erros ao comprar um carro usado, chegamos em um ponto extremamente essencial caso você esteja em busca de trocar de automóvel. Uma dúvida natural para todos que estão nessa situação é qual o valor real que o seu veículo usado vale no mercado. São diferentes fatores que precisam ser levados em conta na hora de precificar seu usado, sendo o principal parâmetro a Tabela FIPE. Entretanto, ela apenas serve como uma média e muitas vezes não representa o valor real que o automóvel em questão vale. Isso ocorre porque um carro pode valer mais ou menos do preço estabelecido pela Tabela FIPE, levando em conta os acessórios e estado de conservação.

Para evitar que seu carro seja avaliado por um preço muito abaixo do esperado e claro do que ele vale realmente, fique atento ao próximo erro ao comprar um carro usado.

Erros ao comprar um carro usado

 

Texto: Pemavel Veículos.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
311 View